10% desconto na 1ª encomendaPORTES GRATUITOS para encomendas acima de 50€

Um guia prático para prova de vinhos

Publicado por Martha Whiting em

 

Estás pronto para levar a tua prova de vinhos para o próximo nível?

O segredo para te tornares num profissional de prova de vinhos é a prática. A boa notícia é que vais ter beber muito para entender as diferenças estruturais, regionais e de tipo de vinho.

Este guia de prova de vinhos leva-te até aos fundamentos da linguagem desta arte secular. Vamos conduzir-te através dos elementos essenciais do olhar, aroma ao paladar  do vinho, e as nossas "dicas de prova" vão impressionar os teus amigos.

Está na hora de provar! Vai buscar o teu copo preferido de vinho e começa a viagem através deste guia - serás um profissional em pouco tempo!

 

Olhar

Primeiro, pega no teu copo de vinho. A melhor maneira de ver todos os elementos visuais é contra um fundo branco com iluminação neutra, por isso esta é a desculpa perfeita para provares o teu vinho durante o dia.

Olhando para o vinho, podes aprender a revelar a idade, casta da uva, densidades de sabor, acidez e muito mais

 

Brilho: é a capacidade do vinho de refletir a luz, permitindo identificar fatores incluindo a cor, a tonalidade e o sedimento. 

🍷 Dica de prova: Ao olhares para o teu vinho, se observares alto brilho significa  que estás na presença de um vinho mais jovem com alta acidez, enquanto que vires  uma tonalidade mais turva indica que tens pela frente vinho mais velho, potencialmente oxidado e próximo do seu fim. 

 

Claridade: está relacionada com a existência de sedimentos no vinho ou ausência deles.

🍷 Dica de prova: um vinho turvo ou com sedimentos pode significar que é um vinho (envelhecido) não refinado ou não filtrado. Não tem impacto na qualidade, apenas ajuda a perceber a idade ou o processo de vinificação.

 

Cor:   a cor um vinho pode variar de pálida, média a profunda e é super valiosa para avaliar a qualidade do vinho, determinar a idade e  criar muitas vezes um desafio extra em provas cegas.

🍷 Dica de prova: o nosso guia preferido pode ser encontrado no site Wine Folly. Consulta esta lista para aprofundares as tonalidades do vinho. 

 

Menisco: ao inclinares o copo em direcção à mesa, o menisco é revelado - é aquela borda à volta do vinho que se parece um pouco com a sua aura.

🍷 Dica de prova: geralmente, quanto mais próxima a cor do menisco estiver do resto do vinho, mais jovem ele é..

 

 

 

 

Aroma

Claro que podias apenas ter lido o rótulo da garrafa para perceberes tudo o que foi escrito em cima em vez de estares a olhar para o vinho durante tanto tempo... Mas agora neste próximo passo, o aroma, vais agitar o processo. 

 

Aromas: os aromas no vinho podem ser divididos em três categorias: Primário (frutado, ervas, notas florais), secundário (das práticas enológicas) e terciário (de envelhecimento em garrafa ou em carvalho). 

🍷 Dica de prova: quando começares a sentir o aroma do vinho, o aroma pode ser analisado numa escala dimensional. Consegues sentir o aroma das frutas? Ou notas florais? Começa por identificar categorias mais amplas, como frutas cítricas, tropicais, frutos vermelhas ou frutos silvestres, depois é altura de entrar nos detalhes..

 

Complexidade: embora subjectivos à prova de cada um, os vinhos complexos têm aromas distintos e multi-facetados que se revelam progressivamente ao longo do tempo, ou a cada agitar no copo.

🍷 Dica de prova:  consegues identificar aromas multi-dimensionais? O vinho tem uma combinação de riqueza, profundidade, harmonia e delicadeza? Então podes ter um vinho complexo no teu copo.

 

 

 

Paladar

Finalmente chegou a parte final, vamos começar a provar vinho… 

Acidez:  é muito importante quando se considera a idade e estabilidade de um vinho, ou que vinhos beber agora ou quais guardar para mais tarde. É aquele elemento no vinho que pode fazer a boca salivar e criar uma ligeira sensação de formigueiro.

🍷 Dica de prova: os vinhos com alto teor de acidez terão um sabor menos doce e mais leve. Os vinhos de baixa acidez terão um sabor mais encorpado e mais "adocicado".

 

Equilíbrio: Um vinho é equilibrado quando todos os componentes (ácido, álcool, fruta, taninos) estão em equilibrados entre si.

🍷Dica de prova: a melhor forma de identificares o equilíbrio é através do sabor e quando nenhum componente se destaca mais do que os outros.

 

Madeira:  impressiona os teus amigos identificando a influência da madeira no vinho : coco, cravinho, especiarias, noz-moscada, tabaco, e muito mais.

🍷 Dica de prova: as notas de madeira americana são tipicamente mais ousadas. O coco e o endro são tipicamente os melhores indicadores de madeira americana. Os aromas do madeira francesa são frequentemente mais subtis, com taninos mais sedosos na boca.  

 

Doce:  o nível de açúcar residual no vinho

🍷 Dica de provaverdade seja dita, não somos particularmente adeptos de sentir a doçura de um vinho. Isto porque a acidez ou os taninos do vinho podem reduzir a percepção do açúcar. Dito isto, os provadores especialmente treinados podem estimar os níveis de doçura do vinho com uma margem de erro de 0,2%!

 

Taninos:  amargura e a  adstringência  são dois dos componentes principais dos taninos. A adstringência é a sensação de secagem no paladar - é aquela sensação de lixa seca e de grão fino. Os taninos podem variar de baixo a médio e alto.

🍷 Dica de prova: certas uvas têm taninos naturalmente mais elevados e uvas cultivadas em climas mais quentes têm peles mais espessas, portanto, quanto mais taninos provares, mais fácil será de os identificares! 

 

 

 

Agora que leste todo o processo, mereces mesmo terminar o resto da garrafa (se possível com uma boa companhia)

As provas de vinho não estão apenas reservadas para os sommeliers. Ao fortaleceres o teu paladar e encontrares os elementos-chave do vinho, serás capaz de identificar com confiança e evoluir o teu conhecimento sobre a origem, idade e processo de vinificação do mesmo.

Queres aprender mais? Podes subscrever à nossa newsletter ou visitar a nossa coleção de vinhos inspirada em Notas de Prova.

 

Boas provas!

 

A equipa da Decantify!

guia notas de prova prova de vinho

Publicação Mais Recente →